“Não se nasce mulher, se torna mulher”, Simone de Beauvoir – Quem Foi?! XVII

06 - 03 - 2018 / Gizcast

Fala pessoal do GizCast!

Essa semana – e durante todo mês de março – os hosts dão lugar para as mulheres, indicando a participação e contribuição do GizCast com o projeto #OPodcastÉDelas2018, organizado pela  que vem dentro da seara do projeto #mulherespodcasters organizado pelo Programa Ponto G. Então, por isso, a já conhecida e querida Maristela Aiko (@anamnesis__) aprofunda e desmitifica um pouco da frase “Não se nasce mulher, se torna mulher” da importantíssima filósofa francesa Simone de Beauvoir (1908-1986). Iniciadora do movimento filosófico conhecido como a “Segunda Onda” do Feminismo, que lança mão de estruturas filosóficas de discurso para fundamentar epistemologicamente o movimento feminista, sua obra é central para a compreensão de toda a discussão feminista atual.

Lembrando que qualquer dúvida, sugestão, indicação de convidado, é, não só bem vinda, como necessária. Para entrar em contato nos procure no Facebook, no Twitter ou no e-mail.

Agradecemos a Yann Cerri (@yanncerri) pela arte da capa e à Sapiens Solutions pelo suporte ao podcast.

Produção: Gabriel Bonz e Maristela Aiko.
Participação: Maristela Aiko.
Edição: Gabriel Bonz.
Arte da Capa: Yann Cerri.


Leitura do Início do Programa:

“Ninguém nasce mulher: torna-se mulher. Nenhum destino biológico, psíquico, econômico define a forma que a fêmea humana assume ao seio da sociedade; é o conjunto da civilização que elabora esse produto intermediário entre o macho e o castrado que qualificam o feminino. Somente a mediação de outrem pode constituir o indivíduo como um Outro. Enquanto existe para si, a criança não pode apreender-se como sexualmente diferençada. Entre meninas e meninos, o corpo é, primeiramente, a irradiação de uma subjetividade, o instrumento que efetua a compreensão do mundo: é através dos olhos, das mãos e não das partes sexuais que apreendem o Universo.”

(BEAUVOIR, Simone de. O segundo sexo: a experiência da vida, volume 2. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2016, pp. 11).


#GizCastAcessível: A capa consiste na foto de Simone de Beauvoir, uma mulher de meia idade que olha para a câmera e sorri. Está escrito em fonte Times New Roman maior “QUEM XVII FOI?!” e, embaixo, “Não se nasce mulher, se torna mulher” Simone de Beauvoir. Ao redor da capa há uma simulação de moldura dourada.


Fale Conosco:

© Giz Cast| 2015 - 2018 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. - DESENVOLVIMENTO E HOSPEDAGEM por SAPIENS SOLUTIONS